top of page

O atraso do plantio nos EUA x Seguro Agrícola

O Frio e a chuva excessiva atrasaram o plantio de soja e milho nas planícies do norte do país. Sendo assim, alguns produtores das áreas mais atingidas podem decidir por não realizar o plantio e ainda contar com uma opção de cobertura do seguro agrícola.




O clima excessivamente úmido e frio causou atrasos nos plantios de soja e milho em algumas áreas nas regiões da Dakota do Norte, Minnesota e partes da Dakota do Sul, além de provocar alagamentos em talhões que já haviam sido plantados. A esperança dos agricultores americanos é que o tempo melhore neste final de maio e assim possam finalizar os trabalhos.


Para se ter uma ideia da situação, confira a comparação com a safra passada, tendo como base o Relatório de Progresso da Safra do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) de 23 de maio:




Pesquisas em Land-Grant Universities no Upper Midwest mostram que ainda é possível obter aproximadamente 90% de uma produtividade média com milho plantado de 20 a 25 de maio. No entanto, o potencial de rendimento começa a declinar mais rapidamente após essa data.


A situação é realmente complicada, a menos que as condições melhorem em breve, alguns produtores já consideram não plantar parte da safra 2022. A medida que se aproxima o final de maio, os agricultores das áreas afetadas avaliam as coberturas do seguro agrícola para o "plantio tardio" ou opções de “plantio impedido”.





Veja como funciona:

Os condados de Dakota do Norte, Dakota do Sul, Nebraska, norte de Minnesota e Wisconsin, por exemplo, contam com um prazo final para o plantio de milho com cobertura total de seguro até 25 de maio.


Pois bem, nessa mesma região, existe a cobertura do seguro para o “período de plantio tardio” do milho que se estende pelos próximos 25 dias, seriam de 26 de maio a 19 de junho, daí ocorre a redução do nível máximo de cobertura do seguro de 1% para cada dia de atraso no plantio após 25 de maio.


Para a soja, a “data final de plantio” se altera para 10 de junho nesta mesma região, com o "período de plantio tardio" se estendendo por 25 dias até 5 de julho.


Observem que os prazos, assim como as condições da redução da cobertura podem variar conforme a cultura agrícola, regiões, Estados e dentre outras especificidades dos programas federais de seguros agrícolas americanos que apresentam detalhes e particularidades não mencionados por aqui. O objetivo é apresentar apenas uma ideia central do que acontece por lá.


Em resumo: Após o período ideal de plantio, que eles consideram o “plantio tardio”, o nível de cobertura é reduzido em relação a garantia original do seguro.

Ainda tem mais, uma vez atingida a “data final de plantio ” , os produtores segurados podem solicitar a cobertura de “plantio impedido” que neste caso, é decorrente do excesso de umidade. Caso eles tenham essa opção de cobertura, podem avaliar as condições e optar pelo acionamento do seguro, ao invés de plantar novamente a cultura.


A maioria dos produtores do Centro-Oeste do país, possui seguro de safra de Proteção de Receita com cobertura de plantio impedido para milho e soja. Caso sejam indenizados pela cobertura, podem receber, por exemplo, 55% da garantia original do seguro para o milho e 60% para a soja, que pode ser aumentado em 5% se a cobertura foi contratada em determinado prazo.


Em resumo: Conforme as condições da apólice, os produtores segurados que não realizar o plantio por causa do clima adverso, podem solicitar a cobertura de “plantio impedido” .

E aqui no Brasil, como funciona?

Considerando um produto 'multirrisco - produtividade para soja ou milho,' nesta fase inicial do desenvolvimento da cultura, o produtor pode ser indenizado através da contratação da cobertura de replantio, ou seja, quando ocorre a não germinação / não emergência da cultura segurada decorrente dos riscos cobertos como no exemplo,chuva excessiva.


Os riscos cobertos e os prazos de vigência são variáveis conforme as seguradoras, geralmente o início se dá após 24h da data de plantio e se encerra quando uma % da área segurada atingir determinada altura do solo ou uma fase vegetativa específica descrita nas condições da apólice.


Conclusão

O objetivo dessa publicação é compartilhar em linhas gerais, informações e curiosidades de outras perspectivas e cenários do contexto do seguro agrícola no mundo.


Lembre-se, estamos tratando de experiências de mercados diferentes e existe uma série de questões a serem analisadas e consideradas para chegar a determinados comparativos ou conclusões sobre especificidades do seguro agro de cada país.


Portanto, enjoying ! Busque saber mais, tirar dúvidas, conhecimento é sempre uma oportunidade de promover reflexão sobre o assunto.


Deixe o seu comentário. O que achou?



Comentarios


bottom of page