top of page

Desafios para o crescimento do setor de seguros agrícolas

Por: Relatório "Mantendo a resiliência: o papel das seguradoras de P&C em uma nova ordem mundial" publicado pelo "Swiss Re Institute"




" As restrições do lado da demanda e da oferta tiveram um impacto perceptível no crescimento do seguro agrícola. As razões subjacentes para os níveis de penetração do seguro diferem por país, mas existem alguns fatores comuns:


Do lado da demanda, incluem: acessibilidade; acesso aos canais de distribuição; compreensão limitada de seguro; pagamentos antecipados de prêmios no início da safra; e falta de produtos de seguro adequados que atendam às necessidades dos agricultores.


Do lado da oferta: alto custo de segurar muitos riscos frequentes e de alta gravidade; dados limitados, esparsos e de baixa qualidade para projetar e precificar apólices de seguro; dados e conhecimentos limitados sobre as necessidades dos agricultores; gerenciar o problema do risco moral e da seleção adversa em que apenas os agricultores com terras marginais mais arriscadas se inscrevem, elevando os custos para todos no pool de seguros; e obstáculos regulatórios e políticas governamentais dispendiosas.


O seguro agrícola como existe atualmente para as principais culturas em países avançados não é viável nem eficiente para países de baixa e média renda. Isso porque eles exigem uma vasta rede de agentes para verificar os danos ao solo. Isso introduz a possibilidade de fraude e corrupção, bem como altos custos de manutenção.

Além disso, os canais de distribuição para fornecer seguro em grande escala para fazendas pequenas e dispersas são caros. Acreditamos que a tecnologia e os desenvolvimentos em design de produtos, canais de distribuição, políticas e instituições ajudarão a enfrentar esses desafios."





Confira o relatório na íntegra:

2022-09-09-sri-sigma5-maintenance-resilience-en
.pdf
Fazer download de PDF • 1.05MB

Comments


bottom of page